O Especialista na Arte de Amar



Enfim um Sexo a três aconteceu!

E foi bem assim que aconteceu “vamos sair eu, você e o Carlos?”, minha amiga me solta essa…

O detalhe é que o Carlos era um ex meu, que não tinha mais nada, porém é um daqueles homens que merecem serem servidos toda vez que piscam, se é que me entendem…

Aí, entrei no msn e falei “Carlos, a Marta está querendo sair… NÓS TRÊS”, não preciso dizer que ele adorou a idéia, aliás ele sempre tinha dito que gostaria de experimentar isso.

Tudo foi decidido pelo msn, e em 2 horas de planejamento, marcamos o horário…

…e eu [sempre eu, ACREDITANDO que fazer isso me daria o controle da situação!] fui buscar cada um deles. Peguei a Martinha primeiro, afinal tinha que desabafar minha ansiedade [apesar de ter experimentado disso antes, nunca tinha feito com um cara que eu tinha sido apaixonada e uma grande amiga].

Pegamos o Carlos, e estávamos os três no carro, no maior bate papo: eu dirigindo, Martinha no meu lado e Carlos no banco de trás.

Peguei um outro carro [ninguém poderia me reconhecer naquela situação] Os vidros são bem escuros, paramos na entrada no motel… e foram entregues 3 RGs AAHAHAHHAHAHAHAHAHHA era um rapaz na recepção, gentilmente me disse que cobraria uma suíte e meia [não entendi a lógica, mas ali não estava conseguindo pensar muito…] e entramos.

O Carlos, precavido parou em uma conveniência antes e comprou algumas bebidinhas… combustíveis para a atuação.

Aí enquanto um tentava disfaçar o clima de “e agora?”, eu fiquei sentada na cama puxando assunto [provavelmente, falava da BOVESPA…] e o outro mexia nos botões liga-tudo-do-motel

Uns golinhos depois ele veio me beijar [já éramos íntimos!] e a Martinha [pra minha surpresa!] logo se juntou a nós… CARACA! Eram 3 corpos, 3 bocas curiosas, 6 mãos vasculhando… mal tinha começado e já estava delicioso!

Como a Martinha era a convidada recebeu toda atenção, o Carlos a beijava enquanto eu mexia no cabelo dela.

Assumo, não sabia agir com uma mulher pelada na mesma cama. O limite máximo foi
beijo na boca, mas não é à toa que a energia do sexo é uma das únicas que
mantemos dos animais…

O Carlos é bem alto, braços e pernas longas… praticamente o Homem Elástico!

Enquanto beijava uma, sobrava uma grande parte [sem trocadilhos] do seu corpo para a outra se entreter, e foi assim que fizemos.

Ele beijando a Martinha e eu chupando o pau dele e acariciando ela ao mesmo tempo… nossa, era uma sincronia perfeita!

Até que de repente, não mais que de repente, ele beijando a boca dela e eu beijando os seios dela…. como é gostoso mamar em uma mulher!

Depois desse evento a coisa foi fluindo mais tranquilamente…

Carlos começou chupar minha boceta e a Martinha me beijando os seios até… chegar a minha boca. Nos beijamos… Como é gostoso o beijo de uma mulher… É suave, delicados, macio…

É claro que falar na ordem dos acontecimentos é impossível! Fazíamos tudo ao
mesmo tempo agora, e era bom demais.

Eu fiquei de 4 e o Carlos começou me comer e continuava beijando-a… com aquela fúria invadindo meu corpo, minha boca voltou procurar a Martinha… encontrei suas coxas e continuei subindo…

Fui chegando na virilha, lambendo bem a menor pressa e encontrei a boceta…

A chupei como se fizésse isso há tempos! Sem o menor problema ou dificuldade.

Depois da boca de uma mulher, os seios… elejo a buceta com uma delicioso lugar para se passar horas [e agora entendo porque ALGUNS homens adoram fazê-lo].

É uma textura fina, gostosa de lamber!

O Carlos continuava dentro de mim… com aquele pau imenso, que preenche todo o espaço interior, não permitindo nem que ar entre!

Como sempre digo a ele “é um pau digno de museu!” é grande, grosso, bonito de ser visto e melhor ainda de ser pego…

Como já disse, o Homem Elástico me comia de 4, mordia minhas costas, meus ombros [coisa que ele faz com um PhD]… É um homem extremamente viril, transpira sexo e a cara de desejo que ele faz nos deixa ainda mais à vontade…

Gozar em dupla eu já achava maravilhoso, gozar em trio…

Algum tempo depois, mudamos de posição e o Carlos veio me chupar… ah, boca abençoada!!!

Enquanto me chupava, se posicionou para que Martinha o pudesse chupar também… e eu com os dedos na boceta dela, acariciando seu clitóris sem a menor pressa, querendo só ver se eu conseguiria a façanha…

A Martinha começou se empolgar ainda mais, sua voz estava trêmula e meu nome era alternado com sussurros e suspiros… enquanto eu também fazia esses sons…

As palavras iam sumindo aos poucos, enquanto os sons tomavam conta do quarto. Estávamos os 3 em uma cama, posicionados de forma que todos estivessem dando e recebendo prazer…

Minha respiração cada vez mais forte, a Martinha rebolando cada vez mais e o Carlos com aquela boca me fez gozar da forma que mais adoro: na boca do Carlos e consegui a façanha, fiz uma mulher gozar. E a Martinha gozou falando o MEU nome…

Sim, deixamos os Carlos por último, afinal as damas na frente🙂

As duas GOZADAS literalmente, deixamos o Carlos espalhado na cama, como se fosse um prato principal de um banquete: agora era a nossa vez de saciá-lo.

Aquele pau merece tratamento VIP e minha boca sabe muito bem disso. Comecei o chupando, por todo seu comprimento, chupando aquela cabeça, deixando-a toda em minha boca, enquanto minha mão acariciava o saco…

A Martinha o beijava na boca e acariciava seu peito…

E mais uma vez me posicionei de 4, posição para que o Carlos pudesse entrar todo em mim e continuar me mordendo toda, coisa que adoro que ele faça…

A Martinha se encostou nele, como se o ajudasse a ir ainda mais fundo dentro de mim, beijando a nuca e acariciando o peito…

Nossa… existem momentos que merecem ser filmados, pois nosso cérebro é traidor, e sempre guarda um grande ‘resumo’… mas existem detalhes…

Ahhhhhh assim o Carlos gozou, dentro de mim e com ajuda da Martinha, por trás dele…

Finalmente, nos deitamos os 3, exaustos e plenamente satisfeitos

Cada um com uma experiência
Carlos: transou com 2 mulheres
Eu: chupei uma mulher, a fiz gozar e ADOREI
Martinha: saiu de uma longa estada em uma caverna, transou a 3 e beijou uma mulher…

🙂

Fonte


%d blogueiros gostam disto: