O Especialista na Arte de Amar



Mulheres preferem trair na hora do almoço, diz site de traição

Ohhtel.com realizou uma enquete com 2 200 brasileiras usuárias do site.

Mulheres preferem trair seus parceiros durante o expediente no horário do almoço. A constatação veio após uma pesquisa com 2 200 brasileiras que se inscreveram no Ohhtel.com, site especializado em promover encontro de amantes.

O mesmo levantamento apontou que os homens preferem o final do dia para seus encontros clandestinos De acordo com a pesquisa, o horário é  escolhido por 48% dos homens, enquanto  39% das mulheres preferem deixar de comer para praticar a infidelidade . “Os homens são mais propensos a trabalhar até tarde. Já as mulheres são mais cuidadosas”, explicou, com exclusividade para ALFA, Lais Ranna (foto), 31 anos, vice-presidente de operações do Ohhtel para o Brasil.

De acordo com a executiva, essa discrepância de horários se dá porque as mulheres cadastradas no site não disseram na pesquisa se vão trair com outros cadastrados no Ohhtel ou com pessoas do ambiente de trabalho. Por isso, sempre desconfie daquela casada que diz que faz academia no horário de almoço e volta com o cabelo molhando.

“Essa pesquisa vai fazer o nosso site passar por uma reformulação. Como nós descobrimos essa diferença na disponibilidade de horários, daqui duas semanas vamos lançar um site com essas novas ferramentas, que mostram que não é só a localização que importa, mas também o dia e horário que a pessoa está disposta a trair”, disse Lais.

Além das ferramentas para ver o horário para pular a cerca, o site mudará a forma de pagamento. Atualmente, apenas homens que contratam o serviço de troca de mensagens com as mulheres pagam R$ 60 por 6 meses e escolhem 20 alvos para tentar uma investida de sucesso. Mulheres podem interagir com homens e os machos não pagantes apenas assistem ao show sem poder mandar mensagens. No novo formato, as mulheres seguirão isentas de taxas e será instituída uma mensalidade para os homens.


%d blogueiros gostam disto: