O Especialista na Arte de Amar



10 dicas simples pra incrementar o sexo do dia-a-dia

Na correria do cotidiano a gente acaba caindo naquele velho clichê do sexo rotineiro. Sem muita novidade, com as mesmas posições e situações de sempre, em horários alternados (que podem ser dias ou longos períodos) e muitas outras situações que acabam acontecendo quando se estabelece uma rotina. É comum que isso aconteça, até porque ninguém vive 24 horas por dia só para o sexo. Existem outras atividades que nos consomem como trabalho, estudo, filhos e outros. Então, como renovar esse quadro sem ter que se esforçar muito e buscar inovações que também demandam tempo? Aqui vão algumas dicas de como tornar o sexo mais prazeroso no seu dia a dia.

1. Explore sensações

Já parou pra sentir aquele arrepio que percorre a espinha? Ou aquele gosto diferente na hora do beijo e do boquete? Traga coisas novas para a cama que ajudem a explorar sensações. Comida (chantilly, morango, gelo ou algo da sua preferência) pode ajudar a despertar sensações gostosas no corpo. Uma venda ou algo do tipo podem transformar a curiosidade em excitação; o tato em uma brincadeira sacanamente deliciosa e o olfato numa fonte inesgotável de sensações. Aproveite!

2. Viva a sua sensualidade

Sabe aquela história de chegar, tirar a roupa e partir pro que interessa? Então, talvez seja bom explorar a sua sensualidade. Isso não significa se expor ao ridículo de fazer o que você não conhece (como uma dança do ventre desengonçada ou um strip tease em que as suas roupas agarram enquanto você as tira). Mas vale a pena explorar o seu lado sensual com o que você tem de bom pra oferecer. Rebole mais, olhe mais nos olhos, provoque mais, use mais as mãos e as pegadas. O sexo começa no primeiro toque.

3.  Surpreenda

Mulheres gostam de reclamar que homens são seres completamente alienados na hora do futebol e homens reclamam de mulheres na hora da novela. Surpreenda. Que tal chegar sem roupa, do nada, enquanto ele assiste ao jogo do time? Que tal começar a fazer carinhos mais íntimos enquanto ela assiste a novela? Espere o outro na cama quando ele ou ela chegar cansado do trabalho. Entre de mansinho enquanto o outro toma banho. Sexo surpresa é melhor que qualquer data marcada e horário. Acordar com um boquete é coisa divina.

4.  Deixe o mimimi de lado

Sexo bom é sexo em que você não se preocupa com o cabelo, com o batom, se a luz mostra a celulite, se a barriga está grande, se tem vergonha ou não de alguma coisa. As convenções sociais não têm espaço na cama. Quer sentir prazer? Então faça o que tem vontade e da forma que tiver vontade. Garanto que não há cabelo bem arrumado que supere o prazer da bagunça pós-sexo. E vergonha é um vilão na hora de satisfazer seus desejos. Entre quatro paredes vale mais do que você imagina.

5.  Dispense o roteiro d0 filme pornô

Pode até deixar surgir aquela atriz pornô ou o ator que existe dentro de você mas, por favor, deixe de seguir aquele roteiro manjado de filme. Aquela coisa “duas lambidas, ela faz oral, a gente reveza num 69, ela vira de costas e eu meto” e todas as variações não vão levar a lugar nenhum. Na hora você entende o ritmo, a velocidade e o caminho que a sua vontade vai ditar.

6.  Explore o seu corpo

Arranhe, morda, lamba e tente atingir outras partes do corpo que não são lá as suas prioridades. Explore cada pedaço do seu corpo e do corpo do outro. Coxas, costas, panturrilhas, ombros e braços têm um potencial incrível de trazer prazer de uma forma que você nunca imaginou. Deixe-se levar pelo corpo do outro como se fosse um caminho natural a ser explorado.

7.  Foque mais em dar do que em receber prazer

Sexo bom é sexo bom pros dois. Do que adianta você ter gozado e ele/ela não? E vice-versa? Você não está ali para provar que conhece todas as posições do Kama Sutra nem para que te vejam como o melhor sexo da vida de alguém. Sexo sem preocupações, com algum objetivo maior é muito melhor. Foque mais em dar, do que em receber prazer – a recompensa sempre chega.

8.  Não subestime as rapidinhas

Falta de tempo, às vezes, impede que role da forma como a gente quer. Mas uma rapidinha (dada no banho, antes do café da manhã, entrando na garagem para sair com o carro) pode ser bacana e deixar aquele gostinho de “quero mais” para mais tarde. Quem diz que rapidinha não é sexo, provavelmente nunca tentou entrar no banheiro da sogra durante aquele jantar pra garantir os 5 minutos mais valiosos da noite.

9. Provoque a adrenalina

Com perigo é mais gostoso, já ouviu essa? Que tal experimentar lugares públicos ou não tão comuns assim. Sexo no banheiro de uma festa, no carro parado em algum lugar, na escada de incêndio do seu prédio, no salão de festas ou no elevador do edifício. Situações que despertam a possibilidade de perigo dão um gás a mais justamente por conta da adrenalina.

10. Converse

Diálogo sempre resolver tudo quando ambas as partes colocam na mesa o que acontece. Se há estresse, converse. Cama não é lugar de bate-papo, mas é indiscutível que muito do que acontece fora dela interfere na hora H. Então, abra a sua cabeça, desove os problemas antes, fale sobre fantasias e fetiches que gostaria de realizar, deixe que o parceiro te conheça melhor antes para que o durante e o depois sejam excepcionalmente prazerosos.


%d blogueiros gostam disto: